Exagero?


Fui dona do mundo, fui única, tudo girou à minha volta. Se o sol acordava, se a noite era quente, se a musica tocava. Sorrisos, palavras, cânticos e brisas... Era tudo por mim, era tudo para mim.
Um mundo que chamava meu, rios e mares aguardavam as minhas mãos, lá no centro estava eu e tudo girava ali, ao meu alcance.
Maravilhoso egoísmo de quem não sente a gratidão de uma meninice bonita!
A gratidão vem mais tarde...
Tenho duas crianças... Agora são elas únicas e é por elas que o meu sol acorda. Passei para o final da fila...
Exagero?


4 comentários:

ianita disse...

Nope :)

Ana disse...

nada de exagero mesmo... esse amor supera qualquer vontade egoísta... :)
verdadeiro amor...

Sandra disse...

Exagero não: Realidade!
E quem a houve e não tem filhos, pensa "Deve ser cansativo, não sei se conseguia". E quem tem filhos como nós apenas pensa: "Doce realidade, é cansativo por vezes, mas os sorrisos deles, os beijos, os abraços...apaga tudo e faznos querer que seja sempre assim!"

im disse...

Não exageras. Esse deve ser o mais bonito sentimento do mundo...tão grande, sem tamanho...

:)

Beijos